Controlo de Emissões
Recuperação de Produto
  • Esquemas
  • Soluções
  • Casos de Estudos
  • Referências
Nos processos de calcinação, os sólidos intermédios e outros produtos, são regularmente tratados em forma de pó fino (ex: caulino ou metacaulino).
Há uma necessidade de recuperar estes pós em fluxos de gases de escape de calcinadores, secadores de leito fluidizado, incineradores e silos de armazenagem, muitas vezes em condições de temperatura críticas.

Para o controlo das emissões em ambientes de alta temperatura (mais de 600ºC), tradicionalmente são usados filtros de mangas seguidos de permutadores de calor, filtros cerâmicos, ou scrubbers como a fase final dos sistemas de despoeiramento.
Para a maioria dos arranjos, um separador de alta temperatura primário, nomeadamente um ciclone, é importante para reduzir, tanto quanto possível o pó da calcinação. Uma boa eficiência é importante para reduzir a concentração de sólidos nos sistemas finais, reduzindo o entupimento dos scrubbers e danificação dos filtros.

Todos os arranjos tem custos significativos de investimento e operação. Filtros de mangas tradicionais implicam a mudança frequente das mangas e investimento alto permutadores de calor. Scrubbers são uma alternativa de fase final para os coletores de pó, mas à custa da poluição secundária húmida.

As necessidades do cliente exigem um sistema eficiente, para minimizar a fuga de partículas de secções a jusante do processo em temperaturas muito altas, ou para minimizar as emissões resultantes desse mesmo processo.
Mostrar tudo