Controlo de Emissões
Recuperação de Produto
  • Esquemas
  • Soluções
  • Casos de Estudos
  • Referências
A produção de ligas de aço e ferro acontece em processos de produção industrial que envolvem altas temperaturas nos gases de combustão, que muitas vezes ultrapassam os 900 ºC. Normalmente, o gás flui do forno (usualmente de arco elétrico) para dentro de uma torre de condicionamento de gás, para diminuir a temperatura até aproximadamente 200ºC, a montante de um sistema de despoeiramento final, tais como filtro de mangas. Quando é utilizado um ESP, um multiciclone pode servir como um pré-separador.

Estes gases de combustão de fornos de ligas de aço ou ferro, também são muito exigentes para a manutenção de filtros de mangas e o tamanho pequeno das partículas limita o uso de equipamentos habituais, tais como ciclones regulares e multiciclones como pré-separadores. Assim, a falha dos filtros de mangas, costuma ser um problema muito comum para os clientes neste setor.
 
Problemas semelhantes acontecem com coletores existentes na recuperação de escória (resultante da fundição de aço e aditivos) após o transporte pneumático. O pó de escória é um material extremamente duro e muito agressivo para equipamentos comuns.

As necessidades do cliente exigem um sistema muito robusto de despoeiramento, que sirva como coletor na fase final dos processos e que evite a necessidade de arrefecer os gases de combustão, ou que minimize as cargas de material agressivo para os filtros de mangas.
Mostrar tudo